Sobre o Conteúdo do Blog

Blog de histórias reais e de ficção.
Um lugar para expor opiniões que provoquem dor ou delícia!
Qualquer semelhança com histórias ou comportamentos reais poderá ter sido mera coincidência. Ou não!



segunda-feira, 11 de abril de 2011

O Outro Lado do Bullying

Ilustração criada para a Campanha Posso Falar do Comitê da Serra da Misericórdia.



Será que sou só eu que acho que viver está ficando cada dia mais chato?E que as pessoas estão com sérios problemas em suas vidas pessoais e resolveram "cagar regras" pra vida dos outros?

Não sou a favor de homofobia, nem de racismo nem de bullying. Vamos deixar isso bem claro desde o começo. Apenas senti necessidade de ponderar algumas coisas que tenho visto e ouvido, principalmente depois dos casos Bolsonaro e Realengo.

Claro que o Bolsonaro é um boçal (um trocadilho infame me persegue: Boçalnaro!), mas vamos avaliar sem paixão? O que é pior: A pergunta provocativa da Preta Gil, a veiculação intencional do CQC ou a resposta cretina, mas sincera do deputado em questão?
O cara é um ignorante. E todo ignorante é digno de pena. Agora, quem é pior: ele ou a população que o elegeu como representante?

Aí vem o outro ponto que me deixa um tanto quanto indignada: Meia dúzia de pessoas tentando desesperadamente provar que o tal do maluco do Realengo matou porque foi vítima de bullying. Pergunto: Caso, a história do Bolsonaro não estivesse ainda quente na mídia e nas redes sociais, estariam essas pessoas tentando fazer essa relação: Leio pessoas dizendo que as vítimas do deputado de hoje serão o Wellington de amanhã. Será?

Não fui exatamente um modelo de beleza na minha adolescência. Melhorei muito com o passar do tempo – só por aí já dá pra imaginar o que era.  Muita gente tirava sarro de mim o tempo todo, por conta das espinhas imensas, dos óculos fundo de garrafa e do aparelho nos dentes. Hoje seria bullying, caberia processo. Naquela época fazia parte do aprendizado.
Sabe como meus pais lidavam com isso? Sem frescura. Simples assim. Minha mãe dizia: Se o que eles falam te incomoda, mude! Vamos colocar lentes de contato, vamos fazer um tratamento de pele. E é isso. Graças ao “bullying” resolvi cuidar melhor de mim.
Sei que estou falando de um caso leve, mas quantos casos leves hoje em dia, são levados as últimas consequências e acabam tomando uma proporção maior do que deveriam ter?

Penso o seguinte: Esses pais que apóiam, sem uma avaliação cuidadosa, os filhos que se dizem vitimados por esse tipo de bullying estão dizendo nas entrelinhas:
 - É filho, você é mesmo um coitado. Vamos processar, porque você é incapaz de mudar isso sozinho através de atitudes produtivas.

Há dois anos, meus filhos gêmeos foram parar com mais 3 amigos no Fórum, em frente ao promotor de justiça acusados de prática de bullying contra uma colega de classe.
Fizeram isso mesmo? Posso afirmar que não. E afirmo tranquilamente, porque sou o tipo de mãe que não passa mão em cabeça de filho.
A coleguinha de sala foi chamada pela professora de “bonequinha”. Diante da sala lotada a menina a corrigiu:
- Não professora, não sou bonequinha, sou macaquinha.
Pronto! Prato cheio pra classe cheia de moleques normais de 12 anos. Detalhe, a menina não é negra.
Indignado com o apelido da neta – que ria junto com os meninos – o avô resolveu fazer boletim de ocorrência e lá fomos nós, perder dia de trabalho pra explicar o inexplicável.

Será que são os apelidos e as gozações na adolescência que produzem esse tipo de assassino? Não estão transferindo responsabilidades e simplificando a coisa, quando afirmam isso?

Ai é que vem a coisa chata: Diante da dúvida não podemos mais brincar nem falar o que pensamos. É a vida perdendo a espontaneidade. Isso é positivo?

Será que as pessoas não têm mesmo o direito a pensar diferente? Devemos então viver no mundo robótico que o “caga regras” nos impuser?

Olha, eu quero manter o meu direito de pensar, falar e sentir o que bem entender. E gostaria de poder usar meu direito de liberdade de expressão sem correr riscos de processos e prisão.
Fui educada e bem educada. Convivo com pessoas que me fazem pensar e refletir. Leio, analiso e me permito ter opinião. E não posso manifestar? Tenha santa paciência.

Se o Bolsonaro é um cretino, porque é que têm tanta gente dando eco as barbaridades que ele falou? 
 - Ahhh, porque a gente tem que combater isso !! Responderão alguns. 
E eu pergunto: - É assim mesmo que se combate esse tipo de gente?
Lembrando que depois dele outros políticos resolveram se manifestar na mesma linha. Objetivo: defender um ponto de vista ou conseguir seus 15 minutos de fama?

Se o Wellington já era tido pela família como um cara esquisito, porque é que não cuidaram dele? Porque fizeram vista grossa a série de “recados” que ele mandava há anos? Aí, fica fácil transferir a responsabilidade para a sociedade dizer que ele foi vítima de bullying. Daqui a pouco ainda vão dizer a pérola máxima: A culpa é do governo !!!

O fato, minha gente, é que vida tá muito chata. Multas, proibições, regras, regras, regras. Teorias de conspiração e mais teorias infundadas que são difundidas com força por gente sem critério.

Não concorda? Perfeito. Adoro não ser unanimidade!!!
Vem gente!!!
Vem falar o que pensa!!!

7 comentários:

  1. É Chris – posso lhe tratar assim, com esta intimidade? (rs) –, o que você disse aqui eu venho discutindo já há algum tempo em meu círculo social e, pasme, já fui muito criticado por isso! Acho que o povo está ficando besta. Passei por experiências semelhantes às suas na infância, também usava óculos, aparelho nos dentes e mais bota ortopédica, além de ser o mais alto da turma, ou seja, não havia meio de passar despercebido. Mais uma vez, como você, meus pais me educaram de forma a lidar com os obstáculos da vida e superar-me. Vejo uma série de hipocrisias no mundo hoje, tais quais combater discriminação enaltecendo os rótulos, promover a segurança acabando com a privacidade e essa tendência estúpida da sociedade “politicamente correta”. “Bullshit” seria o melhor adjetivo para tudo isso. O que se faz hoje de fato é segregar nomeando tribos, cercear a liberdade comportamental e inibir a opinião própria! Vivemos uma ditadura subliminar. Devíamos ser obrigados a respeitar, mas não a concordar. Belo texto. Indico.

    ResponderExcluir
  2. Há tempos não lia nada tão sinceramente sensato, sem demagogias ou hipocrisia.
    Concordo em todos os pontos, principalmente no que a vida está perdendo a espontaneidade. Lutamos tanto por liberdade de expressão e a própria população que calar uns aos outros a força. Deprimente, só digo isso.
    Beijo lindona!

    ResponderExcluir
  3. Eu concordo com seu ponto de vista. Eu detesto hipocrisia. Realmente o caso Bolsonaro foi provocação e oportunismo sim! E o caso Wellington eu já polemizei muito na minha sala de aula (80 alunos contra mim) quando eu disse que o caso dele não era bullying, e sim, um problema social no qual nós mesmos não temos capacidade de sermos sensíveis e empáticos a ponto de não perceber que tem alguém estranho e com problemas em nosso redor.
    Eu sou contra bullying, e acredite se quiser Chris, eu já fui vítima de bullying e nem por isso me rendi, como vc, eu fiz de tudo para melhorar. Mas sabemos que isso tudo depende de um berço. E zelo para que nossos amigos, irmãos, cuidam da geração que vem, que ame bastante para que não sejam tão hipócritas quanto a visão da maioria de hoje.
    Afinal, Chris, é mais fácil jogar a culpa no bullying e no racismo do que o Estado e a família assumir a responsabilidade humana!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. as minhas dificuldades, de lidar com o social,não me da o direito de matar inocentes, covardia não tem explicação.,quanto ão deputado ,temos que ter mais coerência e não eleger esses ignorantes.

    ResponderExcluir
  5. DEMAAAAAAAAAAAAAAIISSS!!!! FINALMENTE alguém que fala uma coisa com sentido!!

    Eu dou risada quando vem me falar de bulling, eu sempre fui zoada e zoei na escola e não tinha frescura não, eu aprendi a me defender sozinha!


    Quandos os pais deixarem de ser uns frouxos e tomarem coragem de ensinar seus filhos sobre o que é certo e errado sem proteger demais essa palhaçada acaba.
    É muita hipocrisia pra falta de honestidade.

    Beijo Chris!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...