Sobre o Conteúdo do Blog

Blog de histórias reais e de ficção.
Um lugar para expor opiniões que provoquem dor ou delícia!
Qualquer semelhança com histórias ou comportamentos reais poderá ter sido mera coincidência. Ou não!



quinta-feira, 7 de abril de 2011

O VANTAGINHA





 Você não sabe, mas conhece um. Não só conhece, convive com um.

Vantaginha:  1 -  Qualidade de quem QUER estar adiante ou se SENTIR superior. 
                      2 – Aquele que quer ter lucro; aquele que tira proveito de uma situação ou pessoa.


Esse adjetivo, criado pelo meu marido cabe para pessoas de vários níveis.

Caso 1- O vantaginha doutor.

Médico Oftalmologista que se recusa a dar receita de lente de contato para obrigar paciente a comprar dele, mesmo sabendo se tratar de atitude ilegal perante o CRM. Você denuncia e nada acontece. Além de vantaginha ele é esperto e quando questionado já tem uma ótima história pra contar que desacredita a sua versão e te coloca no chinelo.

Caso 2 – O vantaginha cliente.

Empresário contrata agência de propaganda, mas prefere comprar mídia, mesmo que inadequada, direto do veículo de comunicação para não pagar a comissão devida por lei. Você argumenta, mas perde o cliente. Ele até pode ser vantaginha porque tem o poder. Vai quebrar a cara, mas rindo porque acha que tá fazendo um baita negócio.

Caso 3 – O vantaginha contato.

Contato publicitário se esquece de fazer a reserva do seu cliente e manda um e-mail perguntando se não vai ter campanha naquele mês – detalhe:  o e-mail vem como resposta à reserva que você mandou há 15 dias e ela jura que não recebeu. Você telefona, discute, ouve um monte de merda, pede pra não ver a cara da fulana e consegue fazer a reserva sem maiores prejuízos para o cliente. Essa tenta ser vantaginha, mas é burra e tem chefe que se preocupa em manter um bom relacionamento entre agência/ veículo.

Caso 04 – O vantaginha a tira colo

Aquele namorado que te mata de vergonha de tanto que pede. Você vai ajudar uma mulher recém separada na partilha dos bens, leva o cidadão a tira colo e ele dá um jeito de sair da casa com um jogo de jantar, “de presente”. Esse é o próprio filho de cego. A solução é a clássica. Faça um acordo: você entra com o pé e ele com a bunda.

Caso 05 – O vantaginha da fila.

Você chega ao estádio para ver o seu time jogar. Percebe que não há a mínima organização. Se dá conta que só tem cavalo montado a cavalo, e meio dúzia de trogloditas armados até os dentes.
Fica pacientemente numa das 5 filas existentes por pelo menos uma hora e quando está prestes a passar pelo portão ele encosta. Encosta, puxa papo, vai ficando e quando você se dá conta, o vantaginha entrou junto com você.  Saída: Comece a gritar como se tivesse sido roubada e torça pra o cavalo montado no outro cavalo ouça e venha trotando em direção ao meliante.

Se você tem histórias de vantaginha bote a boca no trombone. Vamos acabar com esse mal que assola a sociedade.

Um comentário:

  1. rá... conheço vários... ô raça..dá uma réiva, né???

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...